• OSAKI

A RELAÇÃO ENTRE O MOVIMENTO E A SAÚDE

Atualizado: Jul 30



Desde há 3 milhões de anos atrás, a raça humana começou a distinguir-se pelo fato de passar a ser bípede. Isto criou um conjunto de fatores adaptativos, pois o peso que era suportado por quatro membros, passou a ser por apenas dois, mudando o centro de gravidade dessa distribuição, alterando as características dos seres bípedes dos restantes animais.

Tudo isto retrata a maneira como nos mexemos, como nos movimentamos, e de como chegámos até então desde essa época.


“Movimento”, do latim movere (colocar em marcha; fazer deslocar-se) define, perfeitamente, a maneira como o nosso corpo se move de um local para o outro.


E referindo o acima transcrito, uma das formas de sobrevivência e evolução de espécie, seria quem se fizesse colocar em marcha da melhor forma, seja tanto pelo fato de fuga, ou de perseguição pela necessidade de caça.


Adequando o tema da “Seleção Natural” de Darwin, quem se adapta sobrevive, quem não, morre, poderemos destacar que um melhor movimento, hoje em dia, levará a uma melhor condição de vida, aumentando a sua qualidade, e a uma melhor predisposição perante as adversidades, que consequentemente levarão à sobrevivência.


Saúde física, não é só um corpo esculpido, esbelto a olho nu, e agradável pela referência do eu/outro. Um corpo saudável, é sim, um conjunto de fatores que juntos poderão fazer muita diferença, que te ajudarão a atingir o equilíbrio entre a mente e o corpo.


No teu dia a dia, apercebe-te como andas, como te movimentas, a fazer mais força de um lado ou no outro, inclinado para um lado e para o outro, e isso poderá ajudar-te. Quando carregas algo em ti, tenta distribuir o peso, levar uma mochila, ou a carteira de ombro uma vez em cada braço, as compras divididas, isto ajudará a que haja um equilíbrio, e que ambos os lados dos teu corpo saibam que podem ser uteis, sem cair em desuso, ou um maior uso só de certa parte.


Muitas vezes coloco esta pergunta: será que o meu movimento é saudável? Estarei eu a usufruir de toda a capacidade que o meu corpo tem para me dar?



PENSA NISSO


Especialista em movimento,

Tiago Nunes

26 visualizações